Autenticar

Autenticar

O Centro de Competências de Gestão de Vias da CIM Viseu Dão Lafões reuniu no dia 16, em Tondela, para a apresentação da nova versão do Sistema de Gestão de Pavimentos Municipal (SGPav M), desenvolvida em parceria com as Infraestruturas de Portugal, SA, e para a aprovação do plano de atividades a desenvolver em 2020.

Na reunião, que contou com a presença de cerca de 40 técnicos dos 14 municípios que integram a Comunidade Intermunicipal, foram demonstradas as novas capacidades da solução de gestão e monitorização de pavimentos.

As evoluções agora acrescentadas à ferramenta simplificarão a recolha regular de dados relativos às condições do pavimento, integrando-os com o Portal Geográfico da região. Apoiarão, igualmente, o recurso à análise e projeção de estratégias de reparação ou de conservação da rede viária, permitindo, por um lado aconselhar e otimizar as decisões de investimento, bem como promover a aplicação de técnicas e conceitos de planeamento e, por outro, identificando e antecipando os problemas do território e estabelecendo prioridades de intervenção, em matéria de gestão dos pavimentos das vias e da sua conservação.

Esta nova fase do projeto, contribuirá, de uma forma exaustiva e rigorosa, para o aprofundamento do conhecimento sobre a rede rodoviária da região e para a aplicação das melhores referências e metodologias de gestão preventiva, eficaz e eficiente da rede rodoviária, e, assim, contribuir para assegurar a longevidade e segurança das infraestruturas sob gestão municipal.

Constituído em 2016, o Centro de Competências para a Gestão de Vias tem por objetivo fomentar a concertação, agregação, consolidação e integração operacional dos serviços de monitorização e gestão da manutenção da rede viária da região Viseu Dão Lafões, numa lógica multimunicipal, padronizada e mais eficiente, promovendo a partilha de recursos e serviços no âmbito das TIC e dos SIG's.

 

Considerando a urgência em reduzir incêndios com causas associadas à pastorícia, bem como a gravidade dos incêndios que têm início nas queimadas de pastores, que se repercutem na perda de valor das pastagens dada a severidade dos incêndios e, por outro lado, o envelhecimento, a perda de população rural e a baixa atratividade da vida de pastor, foi constituído um Grupo de Trabalho para o Mecanismo de Apoio à Realização de Queimadas, MARQ, com o objetivo de reduzir as áreas queimadas de forma desregulada, evitando que se transformem em incêndios com fins indesejáveis e, por outro lado, desenvolver um modelo de apoio à realização de queimadas em territórios onde existe uma forte relação entre o uso tradicional do fogo e a atividade pastoril.

A equipa de projeto envolveu todas as entidades do sector e compreendeu um planeamento estratégico, um planeamento operacional e as operações e logística, onde se identificaram as áreas prioritárias, as necessidades do pastor na renovação de pastagens, a validação das parcelas e a elaboração dos planos de prescrição.

A CIM Viseu Dão Lafões participou neste Grupo de Trabalho, no âmbito do Gabinete Técnico Florestal Intermunicipal e da Brigada de Sapadores Florestais, para a execução operacional, tendo sido responsável pela abertura das linhas de ancoragem de uma das parcelas no município de Castro Daire para posterior utilização de fogo controlado.

A CIM Viseu Dão Lafões iniciou hoje, em Mangualde, as ações de reflorestação integradas no Movimento Terra de Esperança, em parceria com a Fundação GALP, a Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente e a Câmara Municipal de Mangualde.

Numa ação, que contou com 65 alunos do Agrupamento de Escolas de Mangualde do 8º e 9º anos, foi possível reflorestar com 1000 árvores autóctones, carvalho alvarinho (Quercus robur), uma área florestal que ardeu em 2017.

Juntos por uma região mais verde.

 

Newsletter

Siga-nos

 

Fale connosco

 Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.   
  +351 232 812 156          +351 232 812 157
  Rua Dr. Ricardo Mota nº 16, 3460-613 Tondela